26 de abril de 2010




Hoje, parti trazendo em mim a mágoa de quem não sabe se voltará.
Ou se, quando voltar, encontrará o que deixou…
Hoje, em silêncio, lamentei as palavras que não disse e os beijos que não dei.

Lamentei os medos e as ausências.
Hoje, em silêncio, desejei ficar mais um pouco.
Porque a vida é frágil e escorrega-nos das mãos.
E o tempo foge-nos a cada respiração.
E o amanhã é tão incerto como um jogo de dados.

Hoje, em silêncio, parti.
 
Meia dúzia de palavras, já escrita fora de horas, pelas 03:07
4 Comentários:


At segunda abr 26, 06:38:00 da tarde, Blogger SpyKai

Fazes recordar o ditado "Viver o Presente, estudando o Passado e preparando o Futuro". Uma coisa não concordo, não devemos lamentar o Passado, acho que a vida é muito curta para pensarmos nos "ses", devemos sim é aproveitar todos os momentos felizes, que de uma maneira mais subtil ou mais complexa chegam até nós. Todos nós temos o direito de ser felizes ;)

 

At domingo mai 02, 10:10:00 da tarde, Blogger Marina

Não conhecia a expressao, mas parece-me sábia.

Que a próxima seja uma semana feliz! =)
Até breve!

 

At sexta mai 14, 06:14:00 da tarde, Blogger IM

Onde andas, P.O? Estamos tristes sem ti...
:)

 

At segunda mai 17, 01:58:00 da manhã, Blogger Marina

Nao fiques triste!
Estou mais ou menos por aqui, IM...