9 de abril de 2010





















Desta vez, a primeira em que parei para ver a cidade do lado de cá do rio, relembro as vezes, quase todas, em que cheguei ao Porto de comboio.
À minha frente, o rio e as casas, cheias de cor, que povoam as encostas.
Os barcos que da janela do comboio me pareciam tão pequenos adquirem hoje outras proporções. Ao olhar para cima apercebo-me realmente da altura daquela ponte que me fazia vertigens. Nunca gostei muito de pontes...
E de repente, na minha cabeça, desfilam memórias de outros tempos.
Pessoas e lugares que fazem parte da minha história. Retalhos q
ue o tempo me tinha feito esquecer, sem querer, e que voltei a encontar.
E foi assim que, ao contemplar a cidade, achei aqui bocadinhos de mim que ainda nem sabia que tinha perdido.
 
Meia dúzia de palavras, já escrita fora de horas, pelas 02:35
9 Comentários:


At sexta abr 09, 09:54:00 da manhã, Blogger Ayl

O Porto...Não me canso do Porto.
Tem uma magia muito peculiar...

 

At domingo abr 11, 12:41:00 da manhã, Blogger barriguita

gosto muito do Porto também... a cidade onde nasci ;)
como agora raras são as vezes que lá vou, passo sempre por a fase da contemplação e da saudade (que é maior quando lá estou, por incrivel que pareça ;)

 

At domingo abr 11, 07:05:00 da tarde, Blogger Marina

Ayl? Por momentos nao te reconheci!
Eu já não ia até lá ha alguns anos...
Soube me muito bem voltar!

E sim, Barriguita, como te compreendo.
Por estranho que possa parecer, as saudades são sempre maiores quando estamos nos sítios que nos tocam porque sabemos que temos que ir embora...

Beijinhos e boa semana para as 2

 

At quinta abr 15, 12:51:00 da manhã, Anonymous Cris

Parafraseando o poeta, é muito bom voltar ao local onde fomos felizes!

Beijinhos

 

At sexta abr 16, 01:23:00 da manhã, Blogger Marina

E eu sou como o Malato, ja fui feliz em tantos sitios!!!
Beijinhos

 

At sexta abr 16, 09:14:00 da tarde, Anonymous Anónimo

E encontras-te lá o Galo Badalo (http://www.youtube.com/watch?v=ObA7hqHgaLc)?
Pensei que fosse mais fácil...

 

At domingo abr 18, 11:26:00 da tarde, Blogger Marina

Oh anónimo, isso de te meteres comigo sem identificação nao me parece nada bem... Assim como posso responder-te???
Cá pra mim tambem tens uma música e tens medo que eu encontre!

 

At quinta abr 22, 07:24:00 da tarde, Anonymous Anónimo

A vantagem de ser anónima é não sofrer represálias, como tu mesma demonstras-te... Irei dizer quem sou, mas por enquanto prefiro estar "na sombra" :) Enquanto isso aguardo mais textos teus...

 

At sexta abr 23, 12:08:00 da manhã, Blogger Marina

Hummm...
Tou curiosa.
Pelo menos vai dando pistas! ;-)